31 de outubro de 2013

Sem Julgamento

Preste atenção!!! Eu mereço seu respeito, minhas opiniões, minha verdade e principalmente minha coragem, merecem respeito.
Vivemos em um mundo cheio de juízes, prontos para fazer o que mais sentem prazer, julgar. Isso independe de pessoa, de sexo, de raça ou de nível cultural. Vale tudo para sentir o prazer de ser implacável com o próximo.
Essa sociedade é hipócrita e cheia de armadilhas,  estamos acostumados em sermos aplaudidos e bajulados por estranhos ou falsos amigos, quando a verdade está diante de nós. Nossa alma é sábia, diversas vezes nos alerta, mas estamos de certa forma presos as relações de interesses e práticas sociais.
Muitas vezes nos decepcionamos com os mais próximos, pessoas que acreditávamos fazer parte de nossa vida. A decepção é uma faca que corta e sangra, demora a curar.


Observe como dedicamos tempo e cuidado aqueles que não fazem o mesmo. Não somos mais solicitados para uma abraço ou um papo de bobeira, recebemos aquele recado rápido pelo celular ou por redes sociais, sempre com um pedido de desculpa pela falta de tempo, sem seguida um pedido, um conselho ou uma necessidade a ser atendida.

A felicidade incomoda, brilha. Muitos são os que ficam incomodados com o sucesso alheio, quando na verdade o sucesso do vizinho em nada atrapalha o seu.

Talvez seja a hora de não mais aceitar migalhas, talvez estejamos desejosos por relacionamentos verdadeiros. Hoje as pessoas estão com presa de viver uma vida de mentira, tirar fotos de mentira e mostrar para uma sociedade de mentira, e acredita que isso é uma vida de verdade, quando não é. Com o passar do tempo não toleramos mais isso.

Observe os idosos, cada ano que passa vão ficando poucos amigos, geralmente aqueles que jamais imaginavam dividir a velhice. São poucos os que gostam da companhia dos mais velhos, talvez por julgar que ele sejam pessoas que falem demais, sempre querendo alertam com as armadilhas da vida, e contar suas histórias de perdas e conquistas,  com a finalidade de contribuir com exemplos. O que eles mais desejam do fundo da alma, é que você não sofra as perdas que ele sofreu, não confie em quem não é digno de você, não beba do mesmo copo da deslealdade de muitos. Mas estamos adormecidos com o nosso excesso de conhecimento, com a nossa beleza e com a nossa juventude.

O tempo leva aos poucos nossa capacidade de perdão, não acreditamos que somos capazes de entender os erros dos outros, quando nos não entendemos os nossos. Deixe pra trás. Livre-se dos seus erros, para que os outros possam esquece-los. Quantos relacionamentos de amizade e amor, tiveram um fim por ausência do perdão. Não seja mais um a lamentar. Somos um poço de infinito amor...embora muitas vezes nos sentimos esgotados, usados ou simplesmente esquecidos.

Martha Medeiros, escreveu " Somos, nem tanto por burrice, mais por reflexo condicionado, prisioneiros do julgamento alheio. Tememos outras alternativas que não sejam as já testadas e aprovadas. Os diferentes abrem caminhos, criam opções, sobrevivem da própria independência, enquanto os outros vêm atrás concorrendo ao título de melhores ou piores em repetição".

Chega de julgar!!! Ame, respeite, cure, deseje, realize, construa, acredite, sonhe e seja melhor. Confie no seu coração, permaneça na sua história.



Um comentário:

  1. Lindo isso ! Pena que o ser humano ainda é muito egoísta. ..bjs

    ResponderExcluir