11 de novembro de 2014

Dieta Dukan - Eu faço.



Poucas mulheres hoje estão totalmente satisfeitas com seu peso. Quando perguntamos, ouvimos, sempre, "Preciso perder 2 ou 3 quilos, o verão está chegando". Eu não sou diferente. Vivo de dieta. Tanto que criei minha própria, é a dieta do bom senso.
Não tem funcionado nos últimos anos, acredito que com o avanço da idade e hábitos alimentares pouco saudáveis, minha teoria caiu por terra. Sempre fiz atividade física, principalmente depois da maternidade. No geral me sinto bem, uso manequim 42, sou alta, quando faço um analise geral, não fico deprimida.
Mas ainda assim, não era o que eu desejava. Então resolvi ser mais determinada, intensifiquei os treinos, com isso ganhei massa muscular, coisa alias bem fácil pra mim. Não gostei do resultado, meus braços estavam super malhados, o bumbum e as pernas nossa... sem comentários. A calça ficou bem mais apertada, para meu desespero. Existem um grupo grande de mulheres que gostam desse resultado, eu definitivamente não sou uma delas. Até acho bonito, nelas, porque prefiro me ver magra.


Lidar com a própria aparência, não é fácil. Satisfazer a si própria, sempre exige mais dedicação. Nos atuais tempos, onde nós mulheres estamos cada vez mais ocupadas com falta de tempo, acaba sendo um desafio, conseguir tempo para cuidar do corpo.
Bem,  a vontade de emagrecer pelo menos 7 quilos, veio logo quando observei uma foto. Esse foi meu limite, a calça apertada outro sinal. Resolvi então radicalizar.
Li todo o livro que falava sobre a tão famosa dieta Dukan, conversei com meu médico. Ele lógico foi contra. Decide fazer por conta própria, já que todos os meus exames estavam ok.

Os primeiros dias de ataque, foram bem difíceis, eu estava no período pré menstrual. Minha filha dizia que, aquela não era a dieta Dukan, mas do cão, dá pra imaginar como estava meu humor?
Mas resisti cinco dias,  entrei na fase cruzeiro, onde estou até hoje, ainda não cheguei no desejado.
Confesso  que existem dias, que acordo determinada a abandonar, mas tenho resistido. São 55 dias no total, cinco quilos a menos. Faltam 2. O que sinto mais falta, são os beliscos, o vinho, e a tranquilidade de não pensar para comer. Porque quem faz esse dieta precisa pensar o tempo todo. A vida social também fica chata, todos comendo, bebendo e você ali com o seu copo com água ou Coca zero.

Durante essa jornada encontrei parceiros, blogs e muita gente vivendo esse momento. Como não curto cozinhar, encontrei ajuda e dicas, comprando as refeições já prontas. Isso facilita muito. Tenho sorte, quando faço meu pedido da semana, a Carla me controla. Ontem pedi um pouco de brigadeiro de copinho Dukan, na fase cruzeiro pode, dia sim dia não. Pra minha sorte, ouvi a seguinte orientação. "tem certeza". Pensei um pouco mais....e disse NÃO.
Eu sei que o caminho ainda é longo, mas estou disposta a finalizar meu projeto. Malho todos os dias, preferencialmente exercícios aeróbicos.
 As pessoas me perguntam se eu passo fome. A resposta é, não passo fome, passo vontade. Estou fazendo uma escolha, ser responsável por ela neste momento é o certo. Sem boicote, com fé e determinação chego logo no objetivo. Somos mulheres, desistir jamais.
Caso você pense em começar qualquer que seja a dieta, faça por você. Jamais por outras pessoas. No final o resultado será mérito seu e de mais ninguém.




Nenhum comentário:

Postar um comentário