25 de setembro de 2013

O Olho do mal !!!!


Você já sentiu incomodo em perceber a sua volta energias desagradáveis, em vibração diferente da sua? Essas energias podem ser sentidas em diversas situações do cotidiano, pessoas que mantemos relações seja de amizade, trabalho, família ou estranhos que encontramos ao acaso. Muitas vezes nos sentimos perturbados com um comentário ou só um olhar. Aquela sensação de cala frio ou bocejar insistente.
Podemos dar diversos nomes a esta sensação, inveja, olho gordo, seca pimenteira e por ai vai.


A inveja como escolhi chamar, é o sexto pecado capital. É considerada pecado porque uma pessoa invejosa ignora suas próprias bênçãos e prioriza o status de outra pessoa no lugar do próprio crescimento espiritual. Tem o desejo exagerado por posses, status, habilidades e tudo que outra pessoa tem e consegue. O invejoso ignora tudo o que é e possui para cobiçar o que é do próximo.

Será que o olho grande trata-se de uma 'crendice' dos antigos ou é apenas uma sugestão mental das pessoas?
Apreendemos que : PENSAMENTO = ENERGIA. E que nossa mente é uma usina de energia, estamos constantemente bombardeando estas energias em direção à algo ou alguém.

Minha avó dizia que quando morre um animal ou murcham as plantas em casa, o olho gordo está presente. É esta energia que age sobre as plantas, os animais e as pessoas que causa maior ou menor dano, ou maior ou menor benefício, dependendo da fragilidade e delicadeza da "vítima". Concluímos que. existem pessoas que possuem maior capacidade de gerar esta energia, embora todos nós a possuímos.

Um especialista no assunto a define mais ou menos assim, "mau olhado ou inveja são alguns dos chamados Elementais negativos, criados por formas e pensamentos que se alimentam de outras formas e pensamentos similares, isso porque pela lei da ressonância, atraímos aquilo em que estamos vibrando, isto é, outras formas e pensamentos similares. Assim, nossos corpos sutis e seus respectivos campos de emissão de energia, são esponjas e atraem outros Elementais similares, criando um círculo vicioso e um quadro obsessor.
O Elemental da inveja, se aloja nos Chakras umbilical ou plexo solar, ou acoplado nas costas, na parte renal e umeral, vampiriza a energia vital. O Elemental penetra os campos energéticos do Chakra cardíaco e frontal, pegando a nuca, mas pode se estender para todos os setes principais chakras, atacando todas as realizações pessoais. Estas estruturas psíquicas, podem existir dentro de nós em várias encarnações".

O invejoso é inseguro e supersensível, irritadiço e desconfiado, observador minucioso e detetive da vida alheia até a exaustão, sempre armado e alerta contra tudo e todos. Faz o gênero de superior, quando, em realidade, se sente inferiorizado, por isso, quase sempre deixa transparecer um ar de sarcasmo e ironia em seu olhar, para ocultar dos outros seu precário contato com a felicidade.
Nos adultos essas manifestações podem ser disfarçadas e transformadas em atos simulados de menosprezo ou de indiferença. Já as crianças, por serem ingênuas e naturais, mordem, batem, empurram, choram e agridem.

Então, já que ficou constatado que o mal existe, e muitas vezes está mais próximo que imaginávamos, devemos fortalecer nossos pensamentos e nossa fé no bem e no perdão, as vezes o invejoso não tem conhecimento da frequência que esta vibrando, já nos podemos fazer com que ele não tenha força sobre nossa vida.

Seja discreto, não espalhe suas conquistas a todos, só com as pessoas mais próximas, que torçam por você e compartilhe de boas energias. Quando a inveja é muita, melhor nem dividir. Você sempre terá alguma coisa que provoca inveja,  perdoar e seguir em frente, afinal em algum momento podemos ser nós os invejosos.

Chico Xavier dizia, "Perdoa agora, hoje e amanhã, incondicionalmente. Recorda que todas as criaturas trazem consigo as imperfeições e franquezas que lhe são peculiares, tanto quanto, ainda desajustados, trazemos também as nossas."

Nenhum comentário:

Postar um comentário