19 de agosto de 2014

Loucas por Cabelos


As mulheres adoram mudanças, principalmente no visual. Eu não fujo a regra, desde de muito cedo, ou melhor na adolescência, tinha paixão em mudar meus cabelos. Acredite, já foram curtos, longos, curtos novamente, vermelho e até preto, e outras loucuras mais. Hoje estou mais conservadora, em uma fase totalmente longo e lógico usando o meu loiro, pelo menos por enquanto. Afinal, eu adoro novidades.
Há alguns anos, o responsável em cuidar destes cabelos é o Arillson do Instituto de Beleza Moça Bonnita. As vezes acho que meus cabelos são mais dele que meus. Ele é a pessoa sensata desta relação. Sempre super antenado com as tendências e lógico com a experiência de ser um excelente profissional. Não dá para contar quantas vezes cheguei no salão, com ideias de cores e cortes malucos, e ele sempre paciente me convence a repensar. Graças a Deus.
Quem usa loiro, sabe o que estou falando. E olha que minha raiz é loiro acinzentado, bem fácil de trabalhar, mas química seja ela qual for acaba com os cabelos, principalmente quando não é aplicado de maneira correta.


Os cabelos com certeza, são o calcanhar de Aquiles de toda mulher, não importa o look se o cabelo estiver lindo, você se senti poderosa. Mas para isso, não vale descuidar, seja ele preto, loiro ou ruivo, invista em hidratação e reconstrução. Consulte um visagista para colorir e cortar seus cabelos, esse profissional sabe bem o tom de cabelo que combina com seu tipo de pele, sua estrutura de cabelo e principalmente o tempo que você dispõe para cuidar deles. Porque em revista tudo fica perfeito. Já no dia a dia, a história é outra.
Recentemente experimentei uma nova técnica para cuidar dos meus cabelos, amei, resolvi compartilhar com meus leitores. O Ari preparou um material para falar da importância do carbono nos fios. Espero que vocês aproveitem a dica.

" O carbono é um componente fundamental para a saúde dos cabelos.

Você sabia que os fios de cabelo possuem carbono em sua composição? É isso mesmo, o elemento químico é parte dominante nas madeixas, cerca de 45% do cabelo é composto por carbono. Porém, com a utilização de químicas, chapinhas, secador, ação do sol, cloro, poluição, entre outras coisas, esse bem tão precioso vai ser decompondo. Os cabelos ficam ressecados, fracos, quebradiços e sem vida, as hidratações já não fazem tanto efeito e é aí que entra a reposição de carbono, feita por um tricoterapeuta. mas se problema for a queda, caspa e seborreia, mais uma vez o carbono se destaca e entra a carboxiterapia, aplicada por um dermatologista ou biomédico.
Entenda a diferença:
A técnica de reposição de carbono, desenvolvida pela indústria alemã, está fazendo o maior sucesso nos salões, principalmente em cabelos com saturação química. O visagista e tricoterapeuta do Instituto de Beleza Moça Bonnita, Arillson Christino, explica que a aplicação fortalece a ligação entre os aminoácidos (proteínas), potencializando a hidratação e permitindo melhor absorção dos ativos (produtos) fazendo com que os cabelos permaneçam hidratados, brilhantes e macios por mais tempo. O carbono serve como uma espécie de imã, quando você o recompõe, ele acaba fazendo com que os efeitos das hidratações, por exemplo, sejam potencializados, pois corrige as porosidades da fibra e retém a água nos fios, proporcionando um excelente resultado. Além disso, aumenta a resistência e a elasticidade,  formando uma espécie de barreira protetora contra as agressões do dia a dia.

O profissional garante que já na primeira aplicação é possível notar os resultados. O tratamento não tem contraindicação e é recomendado que seja feito a cada quinze dias, para cabelos mais danificados ou uma vez por mês para cabelos menos danificados. Cada aplicação custa em média R$ 120,00, e é feita com cremes, máscaras e produtos específicos.

Já a Carboxiterapia Capilar, consiste na desintoxicação da fibra. Baseia-se na aplicação de pequenas quantidades de CO2 (dióxido de carbono) na derme. Esta aplicação é feita com micro agulhas, tal como uma mesoterapia. Ao ser injetada sob a pele, provoca a dilatação dos vasos sanguíneos, aumentando a circulação no couro cabeludo.
O dermatoligista do Instituto de Beleza Moca Bonnita, Dr. Ricardo Kitamura, explica que o método diminui drasticamente a queda, além de ajudar no crescimento dos fios ainda existentes e até mesmo fazendo com que nasçam novos fios nos lugares em que ainda haja raiz. A carboxiterapia também auxilia na diminuição da caspa e da seborreia. A Biomédica, Dra. Vanessa Ribeiro Paulino, alerta que o tratamento é contraindicado para festantes, hipertensos descontrolados, pessoas que tenham lesões no local da aplicação, doenças cardíacas, pulmonares ou câncer e que antes de qualquer procedimento o ideal é que seja feita uma avaliação com uma equipe especializada.

Agora que você descobriu a importância e a necessidade do elemento químico, até então só estudado na tabela periódica, que tal procurar um profissional e fazer uma análise do CO2 das suas madeixas? "


Nenhum comentário:

Postar um comentário