19 de outubro de 2015

A Prova dos Homens



Os relacionamentos estão cada vez mais, em decadência, em parte pelo comportamento infantil masculino.
Que as mulheres amadurecem primeiro que os homens, já sabemos, e a ciência já explicou. Difícil é perceber como homens, acima dos 40 anos se comportam com 18 anos.
O que justificaria o interesse continuo, e até constrangedor por pornografia, e a necessidade sistemática da companhia dos amigos, em todas as ocasiões?

Homens bem resolvidos, estão cada vez mais difícil de ser encontrado. Nas décadas passadas, quando sabíamos pouco sobre o homossexualismo, o termo esse "cara é gay", era muito usado, e fazia referência a fragilidade masculina. Não, pela opção sexual, e sim pelo comportamento imaturo e inadequado de alguns homens.
Hoje, questões sexuais estão bem claras, aceitas e entendidas na sociedade. Podemos encontrar e nos relacionar facilmente com homens homossexuais, com comportamentos masculinos, que homens heterossexuais não mantem.

O que é um comportamento masculino? Se fizermos essa pergunta as mulheres, as respostas serão muito parecidas. As mulheres esperam ter um companheiro seguro, independente, maduro e sexualmente resolvido. É mais fácil estar com um cara, que você sabe o que espera do relacionamento, e vice-versa . Desejam ainda, encontrar parceiros, sejam homens ou mulheres, comprometidos com o outro e com a família.
Cada vez mais homens buscam viver um momento, que já passou, a época da fara e da curtição com os amigos. Talvez por falta de oportunidade de viver esse momento, muitos tem aproveitado a vida adulta e a situação financeira mais tranquila para fazê-lo.

Há uma linha muito fina que separa esse habito, qualquer deslize traz consequência para o resto da vida, compromete a instituição familiar e tudo o que foi construído até o momento.
E qual será o limite desse comportamento masculino, cada casal define o seu. Quando a luz vermelha ascende é hora de repensar a relação. Talvez não é o momento para que esse homem assumam a responsabilidade de ter uma família.

As mulheres estão cada vez mais independentes, não suportam por muito tempo, bancar de mãe. Muito diferente das outras gerações, onde os homens ficavam noites em bares, voltavam para casa, e ainda eram o rei absoluto, falava grosso e dava ordens. As mulheres que ainda se submetem a essa situação, hoje não esperam mais em casa, estão livres e soltas pelos shoppings ou em visitas as clinicas de cirurgia plástica.

Vamos lançar o desafio, para que os homens realmente cresçam, e deixem para traz a síndrome de Peter Pan. Antes que as mulheres acordem e percebam que a vida pode ser mais divertida sem eles.

Nenhum comentário:

Postar um comentário